Vídeos

Depoimentos de Manuelzão, Zito e outros personagens do criador de Grande Sertão: Veredas, sobre o romancista e o mundo do qual escolheu o material para a sua obra criadora. E sua posse na Academia de Letras, dias antes de sua morte. Por Fernando Sabino:



Documentário. Uma homenagem a Guimarães Rosa, com a participação dos personagens reais de Guimarães Rosa: Manuelzão e Juca Bananeiro. Aos poucos é Rosa quem vai se tornando mito diante dos causos de seus personagens, agora presentificados em realidade:



Documentário inspirado em uma entrevista que João Guimarães Rosa deu ao seu tradutor para a língua alemã – em que expõe sua identidade, que não dissocia a vida da arte, o homem do escritor –, o documentário busca reconstruir seu conceito de sertão. Com apoio do mestre santeiro Noza, do cantador Severino Pinto, do “coronel” Chico Heráclio, de Limoeiro, e uma canção de vaqueiros cantada pelo cego Raimundo Silvestre dos Santos, pretende-se afirmar que o sertão é também uma maneira de pensar e viver, é um espaço de criação e eternidade, e, por isso, o carregamos dentro de nós:



Curta-metragem. Rio de Janeiro – Minas Gerais de Marily da Cunha Bezerra, baseado em um episódio do livro. Riobaldo conta o encontro que teve, aos 14 anos, no porto do Rio de Janeiro, com um belo e estranho menino chamado Diadorim, e a posterior travessia pelo Rio São Francisco, que os levará à descoberta do amor, do medo e da coragem:



Entrevista. Grande Sertão Veredas: Antônio Cândido sobre Guimarães Rosa:



Entrevista dada por Décio Pignatari sobre a obra de Guimarães Rosa Décio Pignatari:



Palestra de Berthold Zilly na Feira de Livro de Niterói em 2014, sobre a tradução de OS SERTÕES e de GRANDE SERTÃO: VEREDAS. Veja:



Entrevista com Haroldo de Campos, para o programa Roda Viva, em 1996. Durante a fala, o poeta cita a obra de Guimarães Rosa:

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: